Tudo sobre RPA: conceito, características e benefícios para sua imobiliária

Tempo de leitura: 6 minutos 

O Robotic Process Automation (RPA) ou Automação de processos por meio de robôs, em tradução livre, é uma tecnologia capaz de contribuir para o aumento da produtividade e assertividade do seu negócio, reduzindo as tarefas repetitivas e manuais.

Só para ilustrar, vamos pensar em uma situação da rotina de uma imobiliária. Imagine que todas as manhãs um colaborador recebe um e-mail com dados para preencher uma planilha com informações de imóveis. Nesse caso, o processo corre o risco de se tornar demorado e burocrático, exigindo um tempo que poderia ser utilizado em outras atividades estratégicas do seu negócio. 

Automatizar processos repetitivos e manuais é um dos principais benefícios do uso do RPA. Mas você pode estar se perguntando: como essa tecnologia funciona? Quais outros benefícios ela pode trazer para uma imobiliária? E, ainda, como posso implementá-la? 

A fim de responder essas perguntas, preparamos esse artigo para você se aprofundar no assunto. Nele detalhamos no que consiste o RPA, suas principais características e benefícios para sua imobiliária. Ao final, elencamos algumas dicas para você saber como implementar essa solução. 

Continue lendo para saber mais sobre como o RPA pode agregar no seu negócio!  

 

No que consiste o RPA? 

Em resumo, o RPA é um robô em forma de software que executa tarefas repetitivas que nós, enquanto usuários de um sistema, também executamos.  É uma tecnologia utilizada para aumentar a eficiência do seu negócio, por meio da automação de processos robóticos. 

O RPA é como um trabalhador digital que copia o passo a passo do que deve ser feito em determinada tarefa, de forma ágil e assertiva. No geral, os robôs podem executar uma mesma tarefa em 1/3 do tempo utilizado por um humano.

No entanto, é importante ressaltar que o RPA não substitui um colaborador, apenas dará mais tempo a ele para executar outras tarefas que necessitam de um “toque humano”, como o atendimento ao cliente. 

 

Quais as principais características do RPA? 

Uma característica importante do RPA é que os robôs se adaptam a diferentes fluxos de trabalho, desde que sejam bem definidos e mapeados, e a quaisquer interfaces, sem precisar alterar em nada os seus processos ou sistemas. 

Dessa forma, o RPA poderá ser aplicado em variados processos de negócios. Listamos abaixo alguns exemplos de uso do RPA em uma imobiliária

  • acesso a dados de sistemas governamentais (para troca de titularidade e contas de IPTU, por exemplo);
  • transferência de dados da administradora do condomínio para o sistema da imobiliária; 
  • troca de dados entre diferentes sistemas; 
  • cadastro de novos funcionários nas diferentes plataformas que envolvem o negócio, como o registro de ponto, entre outros. 

Por fim, também é preciso destacar que existem dois tipos de automação de processos robóticos: a automação assistida e a automação não assistida.

A automação assistida ainda requer alguma ação humana, ou seja, o robô apenas ajudará em parte do processo envolvido.

Já a automação não assistida não requer agente humano, sendo o RPA responsável por realizar toda a tarefa, notificando o responsável apenas se algo der errado.  Neste caso, a automação requer dados estruturados e regras bem definidas, o que nem sempre é possível. 

Assim sendo, é importante ressaltar que nem todos os processos podem ser automatizados. Listamos abaixo algumas características que tornam um processo adequado para utilização do RPA: 

  • processos repetitivos 
  • regras e um fluxo de trabalho bem definidos 
  • ausência ou pouca tomada de decisão 
  • alto volume de demanda em pouco tempo de execução 


Leia também: CRM: quais as vantagens de utilizar as melhores plataformas do mercado imobiliário 

Quais são os outros benefícios do RPA? 

Como já apontamos, algumas das principais vantagens do uso do RPA é o aumento da produtividade e eficiência no seu negócio. Existem muitos outros benefícios que o RPA pode trazer, confira alguns: 

  • Assertividade: como dizem, errar é humano. É comum que em algum momento alguém copie ou digite um dado de maneira equivocada, principalmente por realizar uma mesma ação repetidas vezes. A partir dos padrões e regras bem definidas, o RPA eliminará esses erros , uma vez que o robô copiará com exatidão todos os dados. 
  • Ganho de tempo: com a automatização de tarefas que demandam muitas horas de trabalho, os colaboradores poderão dedicar seu tempo em atividades mais estratégicas, ou, até mesmo, pensar em ideias criativas e inovadoras para o seu negócio. Além disso, com a redução de erros, não será necessário realizar algum retrabalho, gerando ainda mais ganho de tempo. 
  • Redução de custos: por funcionar em uma escala de 24/7, o RPA reduz os custos de expandir a quantidade de colaboradores para atender toda a demanda. Além do mais, o RPA se destaca por ser uma solução com implementação de baixo custo, de forma simples e rápida. 
  • Escalabilidade: o RPA é altamente escalável, por suprir rapidamente o aumento da quantidade de demanda, além de trabalhar 24/7. 
  • Integração com outros sistemas: uma das principais vantagens do RPA é a flexibilidade e a capacidade de se adaptar facilmente a outras interfaces, trabalhando com várias plataformas no mesmo processo e sem precisar modificar os processos e a infraestrutura de TI do seu negócio. 
  • Proteção de dados: requisitos legais e regulamentares podem ser inseridos nos sistemas por meio do RPA, principalmente nas questões da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), evitando que os dados circulem entre muitas pessoas. 
  • Experiência do cliente: os robôs podem resolver diversos problemas sem interromper alguma atividade, permitindo que os colaboradores dediquem mais tempo ao atendimento estratégico dos clientes, proporcionando, assim, uma melhor experiência ao cliente

Enfim, por possuir as características citadas, a automação de processos robóticos se destaca por trazer um rápido Retorno sobre o Investimento  (ROI) do seu negócio.   

Qual o primeiro passo para implementar o RPA no seu negócio? 

O primeiro passo é mapear todos os processos que podem ser automatizados com o RPA. Dessa forma, nenhuma das regras essenciais do processo será excluída, o que acarretaria, muito provavelmente, em uma sequência de erros do robô ao fim da atividade.

Através desse mapeamento, também será possível escolher quais serão os primeiros passos do RPA no seu negócio. É muito importante avaliar a expansão dessa solução de forma governada e controlada, a fim de diminuir possíveis riscos e potencializar os ganhos do seu negócio. 

Já com os processos e regras bem definidos, o bot poderá ser desenvolvido. O RPA imitará os processos do seu negócio e irá executar todas as atividades do fluxo de automação, buscando no sistema todos os dados necessários para concluir cada etapa, de forma ágil e assertiva. 

Conclusão 

Em suma, o RPA tem um grande potencial de transformar os processos e o dia a dia da sua imobiliária, reduzindo tarefas repetitivas e potencializando outras atividades estratégicas do seu negócio.  

Mas, para isso, é importante procurar por um bom parceiro para organizar seus processos e avaliar a melhor maneira de implantar a solução.

Nós aqui no Nia podemos te ajudar! Nosso time irá mapear os processos do seu negócio e analisar a melhor maneira de usufruir de todos os benefícios do RPA.

Conheça nossos serviços, fale conosco através deste formulário!  

Curtiu o artigo? Compartilhe! 

Saiba mais sobre o Nia – Tecnologia para Negócios, acessando também o nosso   perfil no LinkedIn e redes sociais.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin